sábado, 16 de julho de 2011

DÊ MAIS ATENÇÃO AOS SEUS FILHOS

LEIA ESTA HISTÓRIA COM ATENÇÃO

Se aconteceu ou não isto é de menos o interessante é a mensagem que ela  nos passa, leia e reflita:
“FILHO JUNTA DINHEIRO PARA COMPRAR ATENÇÃO DE SEU PAI

Um menino, com voz tímida e olhos de admiração, pergunta ao pai, quando este retorna do trabalho:
- Papai, quanto o senhor ganha por hora? O pai, num gesto severo, responde:
- Escuta aqui, meu filho, isto nem a sua mãe sabe! Não amole, estou cansado!
Mas o filho insiste:
- Mas papai, por favor, diga quanto o senhor ganha por hora.
A reação do pai foi menos severa e respondeu:
- Três reais por hora.
- Então, papai, o senhor poderia me emprestar um real?
O pai cheio de ira e tratando o filho com brutalidade, respondeu:
- Então era essa a razão de querer saber quanto eu ganho? Vá dormir e não me amole mais, menino aproveitador!
Já era noite, quando o pai começou a pensar no que havia acontecido e sentiu-se culpado. Talvez, quem sabe, o filho precisasse comprar algo. Querendo descarregar sua consciência doída, foi até o quarto do menino e, em voz baixa, perguntou:
- Filho, está dormindo?
- Não, papai! – respondeu sonolento o garoto.
- Olha, aqui está o dinheiro que me pediu: um real.
- Muito obrigado, papai! – disse o menino levantando-se e retirando mais dois reais de uma caixinha que estava sob a cama.
- Agora já completei, papai! Tenho três reais. Poderia me vender uma hora do seu tempo?
Moral da História: Dê amor e atenção para seu filho(a) antes que seja tarde demais, ou, que ele(a) acabe sendo “adotado(a)” por um traficante”.

Amigo leitor esta é uma história que muitos pais hoje precisam evitar que aconteça, pois os traficantes e os “amigos” do mal, estão de olho em seu filho, querem porque querem fazer deles um marginal, um viciado e um sujeito intolerável perante a justiça. Evite que seu filho sofra no futuro, eduque ele no melhor caminho, acompanhe o seu proceder, mostre o mundo como ele é, e explique o que é certo e o que é errado, enquanto seu filho ainda te houve, enquanto ele ainda é criança, pois quando ele tornar-se adolescente fica mais difícil o diálogo e ai é que mora o perigo, pois ele não tem confiança total em você e irá pedir ajuda e orientações fora de casa e isto é extremamente grave.

Acredite em seu potencial de pai, seja consciente naquilo em que você deve fazer para levar nossas crianças a crescerem no melhor caminho. Seja sempre um cidadão de bem, aprenda com quem tem experiência, e caso conheça alguém que está passando por problemas com álcool, drogas, etc..., procure ajuda com especialistas, com as Comunidades Terapêuticas, com o AE (Amor Exigente), com Igrejas, e também na Assistência Social, mas nunca fique sozinho, pois sozinho será vencido facilmente. NÃO ACEITE QUALQUER CONVITE (mesmo que seja de formador de opinião) PARA TOMAR BEBIDA ALCOOLICA, O PERIGO ESTÁ NO PRIMEIRO COPO, pois ai é que começa mais um dependente...
 
Na luta por menos tóxico e mais segurança, continuamos nossa batalha em busca da paz.

Um comentário:

Anônimo disse...

Concordo plenamente e fiquei muito comovida com esta história...