terça-feira, 25 de agosto de 2009

ELEIÇÕES RESPONSABILIDADE DE TODOS

VOTO CONSCIENTE E RESPONSÁVEL
A exatos 3 anos fui convidado para falar aos adultos da Igreja Batista em Mairiporã sobre o assunto “Votar com consciência e responsabilidade”. Achei o assunto de extrema urgência e necessidade, principalmente por tratar de um assunto tão atual e pouco comentado pelos formadores de opinião de nossa época. Votar com consciência e responsabilidade é um dever do cidadão brasileiro, pois somente desta forma transformaremos o Brasil em um país de verdade.

Elaborei todo o meu estudo de acordo com as Sagradas Escrituras, a Bíblia, onde no capítulo 13 do Livro de Romanos o Apóstolo de Jesus Cristo, Paulo, mostra a responsabilidade da autoridade e o respeito que a população deve ter para com os seus líderes.

Paulo nos mostra claramente que devemos nos sujeitar as autoridades. “Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as que existem foram ordenadas por Deus” (Romanos 13.1). O mundo na época em que Paulo escreveu estas palavras, era sujeito ao Império Romano. O Governo era Monárquico, não Teocrático como na maioria dos governos presenciados no Velho Testamento, onde Deus mandava um Profeta abençoar uma pessoa e esta comandar o povo sob a Sua orientação.

O Apóstolo simplesmente repetiu as palavras de Jesus Cristo, quando este estava preso e ao ser interrogado por Pilatos, que lhe disse: “...não sabes que tenho autoridade para te soltar, e autoridade para te crucificar?...”, e Jesus assim respondeu: “...Nenhuma autoridade terias sobre mim, se de cima não te fora dado...” (João 19.10-11). Vejamos, hoje nosso governo é Democrático, ou seja, Governo do Povo, pois é o povo quem escolhe seus representantes, mas as palavras escritas na Bíblia ainda valem, sendo que se Deus não permitir o governante mesmo eleito não assume seu mandato. Como Exemplo podemos citar o Presidente Tancredo Neves, eleito mas não tomou posse, pois Deus o tirou deste mundo antes.

Outro ponto que defendi no estudo foi o da responsabilidade da autoridade defender o bem e punir severamente o mal. “Porque os magistrados não são motivo de temor para os que fazem o bem, mas para os que fazem o mal. Queres tu, pois não temer a autoridade? Faze o bem, e terás louvor dela.” (Romanos 13.3). As Autoridades que serão eleitas por nós têm uma missão divina, que é defender as pessoas de bem e punir os que fazem mal. Agindo desta maneira irão conquistar a Paz tão almejada por todos os brasileiros de bem. Nossas autoridades não podem e nem devem omitir quanto a impunidade que prolifera em nosso país. Necessitamos urgentemente de Leis Penais que punem com exemplo as pessoas que cometem crimes e barbaridades perante nossa população.

Comentei ainda sobre a responsabilidade que a população têm em pagar seus tributos. “Por esta razão também pagais tributo; porque são ministros de Deus, para atender a isso mesmo. Dai a cada um o que lhe é devido; a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra.” (Romanos 13.6-7). A autoridade exerce para Deus um ministério terreno e todos estes ministros prestarão contas ao Todo Poderoso um dia por aquilo que fizerem no exercício do Poder. Os impostos no Brasil existem e são considerados até abusivos, mas nós não podemos deixar de pagá-los, pois estaremos desobedecendo uma ordem divina. O que devemos fazer é escolher com consciência o novo Presidente do Brasil, saber quais as suas idéias para a reforma tributária, que como está não pode e nem deve continuar.

Relatei também que o amor ao próximo é o cumprimento de todas as Leis existentes no Mundo. “A ninguém devais coisa alguma, senão o amor recíproco; pois quem ama ao próximo tem cumprido a lei. Com efeito, não adulterarás, não matarás, não cobiçarás, e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amaras a teu próximo como a ti mesmo. O amor não faz mal ao próximo. De modo que o amor é o cumprimento da lei.” (Romanos 13.8-10). Amar o próximo como a nós mesmo, é um dever que Deus deixa para todo o povo, onde não podemos fazer acepção de pessoas e sim amá-las e desta forma transformar nossa Nação.

Encerrei o estudo com a seguinte afirmação. Povo Brasileiro, devemos amar nossa Pátria, como nossa vida e orar pelas nossas Autoridades pois Deus deu-lhes uma missão que deve ser sempre bem executada para que tenhamos uma vida em paz e sossegada. “Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens, pelos reis, e por todos que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranqüila e sossegada, em toda a piedade e honestidade. Pois isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador.” (I Timóteo 2.1-2).

Povo Brasileiro, votar com consciência e responsabilidade é nosso dever, pois lembre-se, que quem irá governar nossa Nação, estará exercendo um Ministério Divino.

Nenhum comentário: