domingo, 9 de outubro de 2011

OREMOS PELO PASTOR YOUSEF NADARKHANI

Organização marca dia mundial de oração

9 DE OUTUBRO 
O pastor Yousef Nadarkhani repetidamente se recusou a negar sua fé em Jesus durante os julgamentos que enfrentou no tribunal da semana passada e pode receber a pena de morte a qualquer momento. Sua vida continua em risco.
Pastor Yousef foi preso em outubro de 2009 quando tentou registrar sua igreja no cartório. Ele foi julgado e considerado culpado pelo crime de apostasia (abandonar o Islã) em setembro de 2010. Ele também está enfrentando novas acusações vindas das autoridades iranianas.
O pastor Yousef teve três chances de negar a Jesus e voltar ao Islã, e assim seria libertado e não enfrentaria a pena de morte. Mas em todas as três oportunidades, Yousef não negou a Cristo, mesmo sabendo das consequências.
“Fomos informados de que o veredito foi adiado e será entregue nesta segunda-feira, 10 de outubro. O atraso pode ser interpretado como um sinal de que os juízes decidiram consultar os líderes religiosos e políticos, como o Líder Supremo, Ali Khamenei, ou o presidente, Mahmoud Ahmadinejad”, disse Jason DeMars, do Ministério Verdade Presente.
Por isso, a Christian Solidarity Worldwide está convocando todos os cristãos que façam do dia 9 de outubro um dia de oração pela vida do Pastor Yousef. No dia 10 de outubro será o julgamento decisivo para a vida do pastor.
Por favor, ore pelos seguintes pontos:
  • Para que a mão de Deus possa tocar os corações dos juízes para que reconsiderem o caso e que seja derrubada a pena de morte.
  • Para que Deus proteja e dê paz ao pastor Yousef, sua família e amigos.
  • Para que a Igreja no Irã seja fortalecida e que possa ter força para enfrentar as duras perseguições no país
É MOMENTO DE NÓS POVOS CRISTÃOS DO MUNDO TODO, ORARMOS PARA QUE O NOSSO DEUS CUIDE DO NOSSO IRMÃO E SUA FAMÍLIA, QUE A VIDA DO PASTOR YOUSEF SEJA SEMPRE UM MARCO PARA O POVO DE DEUS...


Se você é um Cristão livre e deseja a LIBERDADE RELIGIOSA em todo o mundo, divulgue esta matéria.

Nenhum comentário: