segunda-feira, 12 de abril de 2010

POR UMA MAIOR PARTICIPAÇÃO DEMOCRÁTICA

O PMDB MAIRIPORÃ DEFENDE NÚMERO MÁXIMO DE CADEIRAS PARA VEREADORES


Com a aprovação da PEC dos Vereadores pelo Congresso Nacional, que determinou a quantidade de vereadores por número de habitantes, nós do PMDB Mairiporã defendemos que deve ser aprovado pela Câmara Municipal de Mairiporã e de todos os municípios, o número máximo de representantes para o Legislativo 2012-2016.

Este entendimento é uma garantia de que a Democracia está sendo respeitada, de que a participação popular está sendo respeitada e principalmente o principio da defesa das minorias também estará sendo respeitada, pois com mais representantes no Legislativo, é garantia de que teremos novamente um Legislativo com vários pensamentos ideológicos, o que é melhor para o debate de assuntos de interesse da comunidade.

Em Mairiporã temos 10 vereadores, com a nova legislação entendendo-se o número máximo de representantes passaremos para 15 ou até 17 dependendo do resultado do Censo 2010, que está sendo elaborado pelo IBGE, ou seja com 15 ou 17 cadeiras de vereador com certeza os movimentos sociais serão mais representados, a unanimidade que atualmente ocorre no legislativo será muito dificil de acontecer, ou seja, voltará a existir representantes do chamado grupo de oposição.

O PMDB que sempre defendeu e defende os interesses da comunidade, que sempre defendeu e defende a vontade popular, que sempre está do lado do povo, quer que a Constituição Federal seja respeitada e garantida para os eleitores de Mairiporã, que todos tenham o direito de eleger mais representantes para o Legislativo Municipal em 2012.

Que a Câmara Municipal de Mairiporã valorize nossa cidade e garanta o número máximo de representantes no Legislativo, pois fazendo assim garantirá maior possibilidade de outras lideranças defenderem suas bandeiras no parlamento municipal.

Cleriston Valle (Presidente do PMDB Mairiporã e pré-candidato a Deputado Federal)


Viva a Democracia - Viva a liberdade de opiniões

Viva nossa Constituição Federal.

Nenhum comentário: