segunda-feira, 1 de março de 2010

PELO FIM DA DOS

TROTES VIOLENTOS EM FACULDADES

Todo começo de ano letivo nas faculdades brasileiras é a mesma coisa, os alunos veteranos parecem sanguinários contra os alunos novatos ou “bichos” como são chamados em algumas universidades, os veteranos querem “brincar” com os novatos, mas não sabem, partem para a agressão e isto é intolerável.

Onde já se viu um estudante de medicina, engenharia, direito, ou outra área, querer machucar um estudante só porque está indo pela primeira vez na faculdade, é uma vergonha e tem que ser combatido veementemente pelas faculdades e pelas nossas leis.

É um absurdo uma pessoa considerada intelectual agredir um futuro companheiro de profissão, é um absurdo maior ainda as faculdades não punirem os alunos veteranos que praticam trotes, é um absurdo dos absurdos ainda não ser considerando crime o “trote violento”. É bom frisar que trote é trote e todos são violentos, pois uma vez que tenho que fazer alguma coisa forçada já é violência e que eu saiba ninguém é obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei, ou seja, no Estado Democrático de Direito, o trote tem que ser punido com rigor.

O Trote é coisa de militar e é nosso dever combater qualquer ação violenta ou que lembre o militarismo, onde erramos obrigados a fazer o que não queríamos, pois era a regra.

Precisamos de lei urgente que combata os trotes nas faculdades, que puna os alunos que praticam esta maldade, e que as faculdades que deixam por ação ou omissão os trotes acontecerem que seus dirigentes também sejam punidos.

Deputados e Senadores é dever criar uma lei que puna com rigor qualquer tipo de trote nas faculdades, não esqueçam um dia seu filho pode ser a próxima vítima, eu luto para que esta lei seja criada, pois não desejo ver meus filhos sofrendo nas faculdades, em um dia que deve ser de total alegria.

Vamos unir forças e cobrar a expulsão de todos os veteranos das faculdades que realizaram “trotes, somente com punição acabaremos com este crime absurdo.

É importante também que na lei exista punição para os reitores das faculdades que no mínimo se omitem na proteção de seus alunos primeiro anistas.

Nossa proposta é que as aulas devem começar uma semana antes para os iniciantes e depois para os veteranos, pois assim os novatos conhecerão a faculdade e não sofrerão nas mãos destes “bandidos”, uma vez que quem realiza “trote violento” não pode ser chamado de estudante.

Nenhum comentário: