quarta-feira, 2 de setembro de 2009

GOVERNO DO POVO - SERÁ?

TRÊS PODERES:
EXECUTIVO, LEGISLATIVO e JUDICIÁRIO

Nosso Brasil é um país democrático e onde predomina a tripartição dos poderes, mas será que o Governo é verdadeiramente do Povo?
Considerada como um grande avanço e vitória brasileira na escolha de nossos representantes, é a Urna Eletrônica, e começa com ela meu questionamento, pois com a urna eletrônica eu não tenho mais como depositar meu voto na urna, e sim digito números e sou obrigado a acreditar que o programa irá enviar meu voto para contagem de votos dos candidatos em que votei.

A urna não imprime meu voto, também não permite a recontagem, pois o disquete que registra os votos, que pode estar manipulado é o mesmo que irá ser utilizado para a recontagem.

Quero passar a acreditar neste grande avanço que é as urnas eletrônicas mas quero ter direito que meu voto seja digitado e impresso para ser colocada em uma urna própria para recontagem, pois assim passaremos a ter certeza de que nosso voto foi registrado para quem votamos.

O Poder Executivo existe e é parte do governo do povo, porque tem o dever de ouvir a comunidade e tomar medidas que são importantes para o progresso da cidade, do estado e da união, mas também muitas e muitas vezes não ouve o povo e este fica esquecido em um estado democrático de direito e o povo não tem o que fazer.

O Poder Legislativo, que tem como papel principal elaborar leis importantíssimas para a nação e discutir assuntos pertinentes ao desenvolvimento e ao crescimento do país, deixa o povo de lado com medidas muitas vezes contra a democracia e assim vivem dizendo que estão trabalhando para o povo.

O Poder Judiciário este que deve ser a salvação da Democracia quando a mesma não é respeitada, ou seja quando descumprem a Constituição, também parece que esqueceu-se do povo e os assuntos de interesse popular estão em segundo ou terceiro plano no Poder Judiciário, pois os processos que na maioria das vezes são esquecidos ou não são julgados são os de agentes políticos, que deveriam ser analisados como urgentíssimos, são esquecidos nas gavetas e muitas vezes como em vários casos o julgamento de 1ª Instância acontece depois de 4 ou 5 anos, ou seja o político já cumpriu seu mandato e se foi reeleito já está terminando o segundo mandato.

Até quando vamos continuar acreditando que estamos verdadeiramente vivendo em um país democrático? Ou só porque temos direito garantido de falarmos e escrevermos o que pensamos, temos liberdade? Será que isto está bom para o povo brasileiro? Ou chegou a hora de reagirmos?

Não podemos deixar de esquecer o 4º Poder que é o Ministério Público, que em muitos casos tem sustentado a bandeira da defesa da Democracia e da participação popular e principalmente na defesa da nossa Constituição Federal, mas precisamos ver os membros do MP cada vez mais forte combatendo a morosidade do Judiciário nas apurações de crimes de Agentes Políticos.

É o momento do povo brasileiro unir as forças e em 2010 façam uma grande mudança no Brasil, pois teremos a oportunidade de trocar o Presidente, o Governo do Estado, os Deputados e 2/3 dos Senadores.

É NOSSO DEVER

Nenhum comentário: