domingo, 30 de agosto de 2009

SAIDINHA DE BANCO

UM GRANDE RISCO PARA SUA VIDA
Um crime que está cada vez mais comum em nossa cidade é o conhecido crime "saidinha de banco", onde marginais, trombadinhas e outros tipos de malandros, ficam próximos as agências bancárias para assaltar as pessoas que saem dos bancos, ou seja a pessoa saca uma grana e é assaltada logo que sai.

Este crime tem como ser combatido com uma atuação importantíssima de colaboração dos bancos que estão cada vez mais ricos e longe dos seus clientes, apesar de divulgarem ao contrário. Hoje o contato com o banco ou é por telefone, ou nos caixas eletrônicos, pois cada vez as agências estão com menos funcionários para atender seus clientes.

Mas os bancos tem que ter sua contribuição para diminuir este crime "saidinha de banco" e por isto o CONSEG Mairiporã começou uma ação de convencer os gerentes de bancos da necessidade de colaborarem com o trabalho das polícias da cidade, instalando câmeras para filmar a rua onde está instalado o banco de um lado e do outro, pois assim a policia terá mais facilidade para localizar os criminosos.

Esta atitude do CONSEG fez com que a assessoria do Vereador Júlio Ruiz estudasse o assunto e descobriram que na cidade de João Pessoa no Estado da Paraiba, existe uma Lei de Autoria do Vereador Professor Paiva que está em vigor e obriga as agências bancárias e instituições financeiras a instalarem pelo menos três câmeras para filmar a rua onde está instalada a agência.

O professor Paiva encaminhou o modelo da lei que foi adaptada a realidade de Mairiporã, e já está apresentada na sessão da Câmara Municipal do dia 25 de Agosto, pelo Vereador Júlio Ruiz (PMDB).

A convite do CONSEG Mairiporã o Professor Paiva estará presente na Associação Comercial e Empresarial (ACE) no dia 17 de Setembro de 2009, as 19h30m, para apresentar uma palestra sobre segurança pública, com o tema principal a importância da aplicação da Lei "saidinha de banco".

VAMOS TODOS COMPARECER PARA PRESTIGIAR ESTA IMPORTANTÍSSIMA PALESTRA SOBRE SEGURANÇA PÚBLICA.

Nenhum comentário: